Nutrição para fenilcetonúria

fenilcetonúria, ou PKU - é herdada geneticamente defeito congénito que provoca uma acumulação indesejável do aminoácido fenilalanina no sangue. Isso ocorre porque a enzima, que geralmente converte um aminoácido( fenilalanina) em outra( tirosina), está ausente ou apresenta quantidades insuficientes. Como resultado, a fenilalanina se acumula no sangue e torna-se tóxica para o tecido cerebral.

PKU no nascimento recém-nascidos

são testados para PKU por um teste de sangue, de modo que o tratamento pode começar imediatamente, o que significa que é possível evitar a ocorrência de efeitos secundários adversos e condições, tais como a diminuição da inteligência, complicações neurológicas, retardamento do crescimento, hiperactividade e convulsões. Para o tratamento são geralmente nutricionista conectado, médico, geneticista e um psicólogo, que controlam a saúde da criança em diferentes estágios de crescimento e desenvolvimento.

Uma dieta rigorosa com ingestão reduzida de fenilalanina é o principal tr

atamento para fenilcetonúria. Fenilalanina é encontrada na maioria dos alimentos ricos em proteína, como leite, ovos, queijo, nozes, soja, frango, carne bovina, carne de porco, feijão e peixe. O bebê é prescrito uma mistura especial para crianças do primeiro ano de vida, não contendo fenilalanina. No entanto, em quantidades limitadas, é permitido o uso de leite materno.

Criando um plano de nutrição pessoal com

fenilcetonúria Enquanto o bebê cresce e se torna psicologicamente pronto para comer alimentos sólidos, nutricionista, a prática no tratamento da PKU, é para ele um menu personalizado, que inclui modificado fontes de proteína alimentar pobre em fenilalanina e tirosina. Isso garante a ingestão da quantidade necessária de calorias, vitaminas e minerais para manter o crescimento e o desenvolvimento.

Uma vez que muitos produtos são contra-indicados em fenilcetonúria, um plano de refeições envolve tomar suplementos especiais, que são muitas vezes a principal fonte de calorias e nutrientes. Produtos sem fenilalanina, crianças e adolescentes com PKN podem consumir sem restrições. O nutricionista cria um plano de nutrição individual e o muda conforme necessário para garantir um crescimento e um desenvolvimento saudáveis.

Os doentes com dieta de fenilcetonúria devem ser observados durante toda a vida. Uma pessoa com FKN precisa monitorar o sangue para manter o nível de fenilalanina no soro. Além do monitoramento de sangue, o nutricionista analisará regularmente o diário de nutrição e o cronograma de crescimento, ajustando a dieta do paciente conforme necessário.

Os pais de crianças com FKN devem ser criativos na preparação de alimentos e na utilização de livros de culinária especiais. O nutricionista deve ajudá-los a planejar não apenas alimentos, mas viajar para descansar e outros eventos especiais. Experimente durante a celebração de eventos especiais para concentrar a atenção em torno de atividades, e não em torno de comer. A equipe

de um nutricionista, médico e psicólogo experiente irá ajudá-lo a resolver problemas sociais em todas as fases da vida. O conhecimento é poder, e quanto mais pais e, eventualmente, a criança conhecerão a fenilcetonúria, mais rápido o último começará a viver uma vida saudável e plena.

Dietas terapêuticas
  • Mar 08, 2018
  • 58
  • 110