Conflito de Rhesus durante a gravidez: sintomas na mãe, causas, quando acontece, recomendações clínicas, consequências, o que é perigoso, o que fazer

Contente

  • 1 O que significa conflito rhesus durante a gravidez
  • 2 Quando ocorre o conflito dos fatores Rh e como se manifesta durante a gravidez
    • 2.1 Em que semana de gravidez ocorre o conflito Rh?
    • 2.2 Por que não há conflito Rhesus durante a primeira gravidez
  • 3 O que é perigoso conflito Rhesus durante a gravidez
  • 4 Como determinar o conflito Rh durante a gravidez
  • 5 O que as mulheres grávidas fazem com o conflito Rhesus
  • 6 Como evitar o conflito Rh durante a gravidez
  • 7 Conclusão
  • 8 Comentários sobre o tratamento do conflito Rh durante a gravidez

O conflito de Rhesus durante a gravidez é um fenômeno comum na prática ginecológica moderna. É uma incompatibilidade imunológica do sangue da mãe e do filho, requer intervenção médica obrigatória e é bastante difícil de corrigir. Existem muitos perigos de conflito Rh durante a gravidez, que ameaçam a vida não só do feto, mas também da mulher durante o período de gestação e após o parto.

O que significa conflito rhesus durante a gravidez

O conflito do fator Rh durante a gravidez por tipo sanguíneo ocorre quando o corpo feminino apresenta uma resposta imune pronunciada à criança. Este momento é uma característica genética que não pode ser alterada, mas, mesmo assim, não afeta o bem-estar e a saúde.

instagram viewer

A resposta imune do corpo de uma mulher ao sangue de uma criança durante a gravidez ocorre se a mãe tiver Rh negativo, e o pai é positivo, e o futuro filho herda o parâmetro deste último, o que leva a conflito. Esta é a única combinação perigosa que ameaça rejeitar o feto pelo corpo da mulher. Com outras variações, o conflito Rh não ocorre durante a gravidez.

Um aviso! Devido ao fato de que o conflito Rhesus durante a gravidez pode ocorrer em 50% dos casos, é aconselhável que os futuros pais verifiquem com antecedência antes de planejar a concepção.

Quando ocorre o conflito dos fatores Rh e como se manifesta durante a gravidez

Sob o fator Rh entende-se a presença de uma proteína antigênica presente diretamente entre as células do sangue. A maioria das pessoas no planeta tem isso em sua fórmula. Assim, isso indica um Rh positivo. Na sua ausência - sobre o negativo.

O mecanismo de ocorrência e desenvolvimento do conflito Rh durante a gravidez é bastante simples. Quando os glóbulos vermelhos com um antígeno entram no corpo de uma mulher com um indicador negativo (quando a criança tem um plus), o sistema imunológico percebe o sangue do feto como uma ameaça direta. Como resultado, o conflito Rh começa durante a gravidez, ou seja, a produção de anticorpos para rejeitar o "perigo".

Conflito Rhesus durante a gravidez: o que significa, sintomas, como evitar

Os anticorpos são capazes de atravessar a placenta, entrando facilmente na corrente sanguínea do feto

Os compostos proteicos produzidos como resultado do conflito Rh durante a gravidez, entrando na corrente sanguínea da criança, trabalham para destruí-la, causando complicações negativas. Na presença de um grande número de anticorpos, pode ocorrer uma rejeição completa do feto pelo corpo da mãe, o que levará a um aborto espontâneo.

Os fatores de risco para o conflito Rh durante a gravidez são os seguintes:

  • transplante para fins de concepção;
  • aborto na história da gestante;
  • abortos, aqui também são levados em consideração casos não diagnosticados;
  • gestações e partos anteriores, em que não houve conflito de Rhesus;
  • transfusões de sangue anteriores, muitas vezes um Rh incorretamente selecionado em tal procedimento leva à sensibilização subsequente.

Todos os fatores de risco são a causa do desenvolvimento do conflito Rh durante a gravidez somente se esse parâmetro sanguíneo for positivo no feto.

Em que semana de gravidez ocorre o conflito Rh?

A ocorrência de conflito Rhesus durante a gravidez está diretamente relacionada à sua duração. A formação do sangue Rh começa a partir de 6-8 semanas de gestação, quando a sensibilização é possível como resultado de uma colisão entre os eritrócitos da mãe e do feto.

Na maioria dos casos, o conflito Rh durante a gravidez pode ser considerado como uma “alergia” do corpo da mulher ao feto que se desenvolve dentro do útero. Os tecidos do bebê são frequentemente danificados pela bilirrubina indireta, que é liberada como resposta de anticorpos.

Por que não há conflito Rhesus durante a primeira gravidez

Muitas vezes, o conflito de Rh durante a primeira gravidez não é determinado, pois há uma leve produção de anticorpos. Nesse caso, o risco de uma reação imune é alto apenas durante o parto, independentemente do método. No entanto, cada gestação subsequente aumenta significativamente o risco do fenômeno.

No entanto, na prática ginecológica, distinguem-se os seguintes motivos, pelos quais um conflito de Rhesus aparece já durante a primeira gravidez, mesmo que não haja pré-requisitos:

  1. Descolamento prematuro da placenta, que sempre traz consigo a ameaça de parto prematuro.
  2. Realizar algumas medidas diagnósticas, por exemplo, uma biópsia coriônica.
  3. Aumento da permeabilidade da barreira placentária, o que leva à passagem do sangue fetal além.
  4. Qualquer lesão na cavidade abdominal durante o período de gravidez.
Conflito Rhesus durante a gravidez: o que significa, sintomas, como evitar

Segundo as estatísticas, a primeira gestação é complicada por um conflito entre os parâmetros sanguíneos da mãe e da criança é extremamente raro.

O que é perigoso conflito Rhesus durante a gravidez

A gravidez com conflito Rh dos pais ameaça o rápido desenvolvimento da doença hemolítica do nascituro. Isso, por sua vez, leva à formação de:

  • anemia - reduzindo o número de glóbulos vermelhos no sangue da criança;
  • encefalopatia por bilirrubinad - a bilirrubina atinge uma grande quantidade, entra no cérebro do bebê e interrompe suas funções.

Importante! Com a influência excessiva da bilirrubina no cérebro de uma criança, é possível um resultado fatal.

Uma forma grave de doença hemolítica do recém-nascido é repleta das seguintes consequências:

  • encefalopatia;
  • síndrome de coagulação intravascular, que leva à morte de uma criança no útero;
  • edema fetal generalizado.

Os métodos modernos de tratamento permitem remover todas as possíveis consequências negativas do conflito Rh durante a gestação, garantindo o desenvolvimento normal da criança.

Como determinar o conflito Rh durante a gravidez

Os riscos podem ser identificados já na fase inicial da gestação. Ao se cadastrar durante a gestação, é necessário doar sangue para Rh, os resultados da análise evitarão um possível conflito.

A presença de um problema pode ser determinada pelos seguintes sinais:

  1. Doença hemolítica no feto, o que leva a violações e consequências significativas para um pequeno organismo.
  2. Um exame de sangue para Rh mostra a presença de anticorpos durante a gravidez, o que indica o desenvolvimento de um conflito.
  3. Icterícia grave do recém-nascido, anemia, hipóxia cerebral e danos cardíacos no recém-nascido.

Se o conflito Rh não se manifestou durante a gravidez, há uma alta probabilidade de seu lançamento no momento do parto.

O que as mulheres grávidas fazem com o conflito Rhesus

A principal tarefa do médico é determinar o risco de conflito Rh nos estágios iniciais da gravidez. Para identificar os riscos, é necessário que os futuros pais doem sangue para determinar esse indicador. Se for negativo para uma mulher e positivo para um homem, a futura mãe requer condições especiais para realizar a gestação. Isso inclui exames de sangue regulares obrigatórios para anticorpos, que permitirão identificar o conflito Rh em qualquer estágio da gestação. Este estudo é realizado continuamente ao longo da gestação, mesmo que não tenham sido detectados sinais de um fenômeno negativo durante o registro.

Conflito Rhesus durante a gravidez: o que significa, sintomas, como evitar

Somente a observância constante das instruções do ginecologista impedirá o desenvolvimento do conflito Rhesus da futura mãe e filho.

A principal tática de tratamento quando um problema é detectado é a introdução de uma imunoglobulina especial anti-Rhesus às 28 semanas de gestação. Na presença de sangramento ou durante a amniocentese, a droga é administrada no sétimo mês.

Uma segunda injeção de imunoglobulina é realizada dentro de 72 horas após o parto. A injeção ajuda a interromper a produção de anticorpos, o que evitará complicações em futuras gestações.

Como evitar o conflito Rh durante a gravidez

A única maneira de prevenir o conflito Rh é administrar a vacina BayRow-Dee, onde os anticorpos anti-D estão presentes. Contribui para a destruição de células sanguíneas com um parâmetro positivo, que penetram do feto para a mãe. Assim, o sistema imunológico não tem nenhuma reação em defesa do corpo da mulher.

Importante! A base para a prevenção do conflito Rh com o marido durante a gestação é a doação regular de sangue para uma análise que determina anticorpos. O estudo não é apenas qualitativo, mas também quantitativo.

Conclusão

O conflito Rhesus durante a gravidez é um fenômeno perigoso que ameaça não apenas a vida do nascituro, mas também a condição da mãe. Com parâmetros sanguíneos diferentes de uma mulher e um homem, especialmente se no primeiro caso esse indicador tiver um valor negativo, é necessário fazer testes regulares obrigatórios para anticorpos. O cumprimento das recomendações e pesquisas médicas antes do parto evitará consequências negativas.

Comentários sobre o tratamento do conflito Rh durante a gravidez

Marina Kostrova, 27 anos, Moscou

Meu marido e eu temos fatores Rh diferentes, e eu sou negativo. O médico imediatamente alertou para o risco de um conflito. Ao longo da minha gravidez, doei sangue para anticorpos, não houve problemas. O parto ocorreu com a ajuda de uma cesariana, após o que se descobriu que a criança havia herdado meu fator Rh, então não havia ameaça.

Elizaveta Artamonova, 31 anos, Saransk

Fui diagnosticado com conflito Rhesus em um estágio inicial, no sétimo mês eles injetaram a droga. A gestação transcorreu normalmente, porém, logo após o nascimento, a criança foi colocada em terapia intensiva com bilirrubina elevada, e eu recebi uma injeção logo no primeiro dia. Recebemos alta do hospital um pouco mais tarde, mas em condições satisfatórias.

As informações e materiais neste site são fornecidos apenas para fins informativos. Você não deve confiar nas informações como um substituto para aconselhamento, assistência ou tratamento médico profissional real.

  • Mar 08, 2022
  • 75
  • 0